Espiritualidade inaciana

A espiritualidade da Companhia de Jesus está fundamentada nos Exercícios Espirituais de Santo Inácio, instrumento privilegiado para ajudar no encontro do ser humano com seu Senhor.

Inserido apaixonadamente em seu tempo e em seu mundo, Inácio, de nenhuma maneira, estava preocupado em propor uma nova doutrina teológica, nem uma ideologia e/ou nova moral. Ele encontrou experimentalmente sua maneira pessoal de mergulhar na aventura do espírito, sistematizou o método e o propôs a outros (Exercícios Espirituais). O centro de sua proposta não consiste no conteúdo doutrinal, mas nas indicações práticas do método de exercício para tocar, ativar, assumir e fortalecer as estruturas profundas da pessoa e, assim, dar novo sentido à própria existência.

Os Exercícios Espirituais constituem-se como um caminho a percorrer, uma maneira vital de dispor-se inteiramente à ação do Espírito (“deixar-se conduzir por Ele”), que transforma e liberta o coração de todo desejo desordenado, para buscar, encontrar e realizar a vontade de Deus na própria vida de quem procura fazê-los.

São uma escola de oração na qual cada um é convidado a descobrir Deus e seu projeto, ajudando a conhecer-se mais a fundo, em suas luzes e sombras. Os EE têm sido uma proposta que já ajudou uma infinidade de pessoas a se libertar de tudo o que lhes trava viver mais intensamente, ganhando profundidade, sentido e compromisso em suas vidas.

COMO FAZER OS EXERCÍCIOS ESPIRITUAIS?


Santo Inácio explica as diversas formas pelas quais são dados os Exercícios Espirituais e as possibilidades de adaptá-los às diversas realidades de lugares e de pessoas. Segundo ele, “devem ser aplicados conforme a disposição das pessoas que desejem recebê-los, isto é, conforme a sua idade, instrução ou talento, para que não se deem, a quem é rude ou de pouca resistência, coisas que não possa suportar sem fadiga e de que não possa tirar proveito. Por outro lado, dar-se-á a cada um, segundo queira dispor-se, aquilo de que mais se possa ajudar e aproveitar.”

Veja mais