Voluntários da campanha pelo Haiti visitam o Diocesano

24/11/2015 12:32:21 - Por Camila Oliveira

O casal chileno Cristian Fehrmann (ex-aluno do colégio jesuíta de Osorno - Chile) e Carolina Labbé vieram de longe para dar-nos “una clase” de verdadeira alegria estampada no lema que escolheram para apontar o horizonte da itinerância pelos caminhos da América: “Pasión por Servir”.

Vieram na qualidade de “peregrinos” para anunciar que o desejo do deserto é florir e a vida é fonte de alegria. Eles percorreram 10 mil Km de Kombis: Santiago (Chile) a Recife, com todas as vicissitudes imagináveis, guiados pela estrela de um ideal, de uma utopia, do magis inaciano, do amor às crianças que não tem acesso à escola, das crianças que não podem sonhar... O combustível deles? A alegria de SERVIR.

Carolina e Cristian percorreram, estão percorrendo e vão percorrer toda a América Latina, visitando Colégios e Universidades confiadas à Companhia de Jesus, a procura de AMIGO(A)S que estejam disposto(a)s a abraçar a causa da alegria deles, ou seja, divulgar, animar e participar ativamente no engajamento da campanha UM DÓLAR PARA O HAITI; prefiro dizer: HAITI: HÁ A ALEGRIA DE SERVIR; ajudando assim de modo efetivo aquele pobre país a edificar três escolas. 35% das crianças não tem acesso à educação porque não tem escolas.

Os Jesuítas (FLACSI - Federação Latino-americana de Colégios Jesuítas) estão empenhados nessa missão. As Escolas estão sendo idealizadas, serão construídas e administradas pela entidade da Companhia FÉ E ALEGRIA, cuja proposta pedagógica já está consagrada pela história.    

Indubitavelmente, o testemunho e a presença dos jovens Carolina e Cristian em nosso meio fizeram-nos suspirar. Isto ficou patente nos colóquios (conversas e encontros) que o casal entabulou com professores e alunos no interior do Diocesano (diurno e noturno), na escola de Santo Afonso (SOCOPO) e na escola materno-infantil Pe. Pedro Arrupe (Porto Alegre). Foi encantador ver a alegria e o interesse dos alunos diante do testemunho de vida e das palavras cristalinas, convincentes e críveis do jovem casal. O exemplo arrasta; as palavras apenas comovem. É verdade!

Pe. Gottardo,sj

Deixe um comentário

0 Comentário