Setembro Mês da Bíblia

24/11/2015 12:32:21 - Por Camila Oliveira

Preparação para ler a Bíblia

 

 1. Procure ter a alma vazia, aberta, tranqüila, sem ansiedades, em serena expectativa, pois é o Senhor que vem, com a Sua Palavra, ao seu encontro.

 2. Uma vez escolhido o texto, e depois de invocar o Espírito Santo, faça uma leitura lenta, muito lenta, com pausas frequentes, pensando que Deus está a falar consigo nesse momento, com essas mesmas palavras que estiver a ler.

3. Tem que ser uma leitura desinteressada, sem buscar utilidade alguma como solução para problemas, doutrinas ou verdades… O Senhor manifestar-se-á livremente segundo os desígnios e os projectos que tem para a sua vida.

 Leitura escutada

 4. Enquanto vai lendo escute Deus: é o Senhor que lhe está a falar pessoalmente. O Senhor pronuncia estas palavras, tão antigas, para si nesse momento. Escute-O com atenção receptiva e serena.

5. Não pretenda entender intelectualmente o que estiver a escutar; não se esforce por procurar tanto o que significa esta frase, que quer dizer aquele versículo, mas o que o Senhor está a querer dizer-lhe com essas palavras. Se algumas expressões não “lhe disserem” muito, ou não as entender, não fique perdido nem ansioso, passe adiante com calma e liberdade.

 Detalhes práticos

 6. Pode acontecer que algumas expressões o comovam, despertando em si ressonâncias profundas e desconhecidas. Detenha-se aí mesmo, dê voltas na sua mente e no seu coração, remoendo, ponderando, saboreando essas expressões. Pegue num lápis, sublinhe-as e escreva à margem, uma palavra ou uma breve frase que sintetize aquela impressão.

7. Quando, na leitura escutada, aparecem nomes próprios como Israel, Jacob, Samuel, Moisés…substitua-os pelo seu nome próprio, pensando e sentindo que o Senhor está a dirigir-se a si pelo seu nome próprio.

8. Se a leitura não “lhe diz” nada, fique tranquilo e em paz. Pode acontece que essa mesma passagem, lida outro dia, lhe diga muito. Acima da nossa actividade humana está o mistério da Graça que, por essência, é imprevisível. A hora de Deus não é a nossa hora. Nas coisas de Deus é necessário ter muita paciência.

9. Não se esforce tanto por captar e apreender exactamente o significado doutrinal da Palavra, mas procure reflectir sobre Ela no seu coração, como Maria, dando-lhe voltas na mente, deixando-se inundar pelas vibrações e emoções que se desprendem da proximidade de Deus. E “conserve a Palavra”, quer dizer, permita que essas ressonâncias continuem a vibrar no seu interior ao longo do dia.

 Salmos

 10. Os Salmos não se lêem, rezam-se. Anote no seu caderno os Salmos que “lhe dizem” mais, classificados segundo diferentes sentimentos como admiração, compreensão, louvor.

11. Esforce-se por sentir com toda a sua Alma o significado de cada frase, identificando a sua atenção e emoção com o conteúdo das expressões, dizendo-as com o mesmo tom interior que teriam sentido os salmistas.

12. Coloque-se, imaginativamente, no coração de Jesus Cristo e trate de sentir o que Ele sentiria ao pronunciar estas mesmas palavras. Com a ajuda do Espírito Santo trate de se identificar com a disposição interior de adoração e assombro e acção de graças do coração de Jesus, no espírito dos Salmos.

 Compromisso de Vida

 13. Procure questionar a sua vida à luz da Palavra, aplicando, permanentemente, a Palavra escutada à situação concreta da sua vida. Perguntando a cada momento, “O que é que Deus me está a dizer?” nesta frase, para a minha vida. Em que sentido os critérios divinos encerrados nesta Palavra interpelam meu modo de pensar e actuar? Em que aspecto devo mudar? “Que faria Jesus em meu lugar?”. Na medida em que a sua mente se sincronize com a “mente” de Deus, será discípulo do Senhor. Se em qualquer momento da leitura escutada o seu coração sentir o impulso de orar, deixe-o, livremente, desabafar com o Senhor.

 Em resumo:

 . Ler a Palavra lentamente

. Saboreá-La com gosto

. Meditá-La em paz

. Aplicá-La empenhadamente

 Que a Palavra seja para si:

. Lâmpada que ilumine o seu caminho

. Pão que alimente a sua alma

. Fogo que incendeie o fervor

. Rota que o conduza à salvação

. Pulsar que anime o seu espírito

. Vida que jamais acabará

 FONTE: Pe. Lucas de Paula Almeida

Deixe um comentário

0 Comentário