Serviços de Apoio Pedagógico e Monitoria oferecem suporte aos estudantes do Diocesano

04/02/2019 19:02:00 - Atualizada em 04/02/2019 19:31:42 - Por Camila Oliveira

    De acordo com o Projeto Educativo Comum (PEC) da Rede Jesuíta de Educação (RJE), as formas de mediar a construção do conhecimento devem se adequar aos diferentes modos de aprendizagem. Dessa forma, é preciso oportunizar vivências que atendam às diferentes necessidades educativas dos alunos. Nesse sentido, os Serviços de Apoio Pedagógico e Monitoria do Colégio Diocesano oferecem atendimento e suporte para a suplementação da aprendizagem aos estudantes.

    Esses serviços, que são desenvolvidos pela Coordenação de Projetos Complementares do Diocesano, oferecem assistência pedagógica aos estudantes do 2º ano do Ensino Fundamental à 3ª série do Ensino Médio.

    Para o Ensino Fundamental I e II, do 2º ao 8º ano do Ensino Fundamental, é ofertado o Serviço de Apoio Pedagógico nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática. “A proposta do Apoio Pedagógico é de aprender mais, de forma significativa e lúdica, para que se alcancem as habilidades e competências necessárias para o sucesso escolar”, explica o coordenador de projetos complementares, José Voste Júnior.

    Os estudantes são indicados ao Apoio Pedagógico pela equipe técnica do Colégio Diocesano, e a participação é recomendada como um importante suporte para o fortalecimento da aprendizagem do aluno. As atividades acontecem no contraturno, com professores distintos daqueles do ensino regular.

    Para o 9º ano do Ensino Fundamental e Ensino Médio, o colégio disponibiliza o Serviço de Monitoria. Nele, os estudantes favorecem a compreensão de conteúdos específicos, sanam dúvidas e aprofundam os conhecimentos sobre as disciplinas relacionadas às áreas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e de Matemática e suas Tecnologias. “É um atendimento personalizado no turno da tarde, em que o estudante pode esclarecer suas dúvidas, no qual possui um monitor capacitado para prestar esclarecimentos, testar as aprendizagens e propor desafios dos conteúdos contemplados nas áreas de conhecimento”, esclarece Voste.

    A ideia é garantir ao educando a aprendizagem integral, estimulando sua participação, comprometimento e crescimento acadêmico de forma crítica e reflexiva. Para isso, são usadas metodologias diversas, como: aulas lúdicas e invertidas, desafios, brincadeiras, jogos, uso dos espaços de aprendizagem, materiais concretos, pesquisa, ação e atividades convencionais de escrita, análise, interpretação e produção textual. “Os serviços garantem estratégias de aprendizagem que contribuem para que os nossos estudantes possam alargar ainda mais os conhecimentos adquiridos no ensino regular, ampliar suas potencialidades e descobrir os seus talentos”, salienta o coordenador.

Deixe um comentário

0 Comentário