Professores se qualificam em prática docente

18/04/2017 10:34:00 - Atualizada em 18/04/2017 10:38:52 - Por Camila Oliveira

Da Universidade Estadual do Piauí à Universidade de Coimbra: 28 professores das escolas da Rede Jesuíta de Educação (RJE) de Teresina (Colégio Diocesano, Educação Infantil do Diocesano, Escola Santo Afonso Rodriguez e Escola Padre Arrupe) vivenciam a experiência de voltar para a sala de aula como alunos. O incentivo à capacitação dos educadores em novos horizontes teórico-práticos, tanto em unidades jesuíticas do ensino superior quanto em outras instituições, faz parte do Programa de Formação Contínua da RJE.

Neste projeto, a Rede firmou convênio com o programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Vale dos Sinos (Unisinos), em São Leopoldo (RS). A instituição também faz parte da RJE e há quatro anos consecutivos é reconhecida pelo MEC como a melhor universidade particular do Brasil. A Unisinos oferta os cursos de Especialização em Educação Jesuítica e o Mestrado Profissional em Gestão Educacional. Os colaboradores da Rede em Teresina aderiram a proposta de qualificação e já iniciaram os estudos.

O diretor geral das unidades da RJE em Teresina, Ir. Raimundo Barros, SJ, explica que na proposta do Projeto Educativo Comum (PEC) o professor é catalizador, responsável por animar o aluno no seu processo de aprendizagem, com o desenvolvimento do potencial cognitivo e o desenvolvimento sócio emocional. “O professor tem que fazer o exercício de se reconhecer em todas as dimensões desse processo”.

Ir. Raimundo Barros, SJ, afirma que, segundo o PEC da RJE, o professor é responsável por estimular o aluno no processo de aprendizagem.

A diretora acadêmica do Colégio Diocesano, professora Margareth Santos, e a diretora geral da Escola Santo Afonso Rodriguez (ESAR), professora Rosemere Impéres, estão fazendo o Mestrado Profissional em Gestão Educacional. Os educadores Renato Rufino, Rosimar Costa, Claudia Virginia Gomes, Debora Costa e Keline Ferreira do Diocesano; Ir. Jorge de Paula, SJ, e Dalva Rocha, da Escola Padre Arrupe; Cleidimar Costa e padre Horácio Freire, SJ, da ESAR; e o orientador de aprendizagem da especialização na cidade, padre Ednaldo Vieira, SJ, do Colégio Diocesano, fazem a Especialização em Educação Jesuítica: Aprendizagem Integral, Sujeitos e Contemporaneidade, na modalidade a distância.

Teotônio Vieira da Silva, professor de Matemática do Ensino Médio, no Colégio Diocesano, vai iniciar o mestrado em Matemática Pura na Universidade Estadual do Piauí (UESPI). O professor irá estudar funções, números reais, geometria e teoria dos números.

Victor Marcelo Pires Gonçalves da Silva é professor de História do Ensino Médioe retorna ao Colégio Diocesano depois de um ano fazendo disciplinas do doutorado em História Social na Pontíficia Universidade Católica de São Paulo (PUC – SP). O docente dará continuidade a pesquisa em Teresina, já que seu objeto de estudo é a identidade teresinense, sob a perspectiva da cultura, arte e religiosidade.

Odilene Teixeira Azevedo, professora de Língua Portuguesa do Colégio Diocesano, está participando, junto com outros 23 colaboradores das unidades da RJE de Teresina, da pós-graduação em Atendimento Educacional Especializada, oferecido pela Rota Assessoria Educacional. Odilene diz que o curso tem como principal objetivo possibilitar aos docentes o domínio de práticas pedagógicas voltadas para esse público.

Eliane Sousa é uma das 15 professoras da Educação Infantil do Diocesano que participam da pós-graduação na Faculdade Evangélica do Meio Norte (FAEME), de Coroatá (MA). As professoras estudam as áreas de Psicopedagogia, Atendimento Educacional Especializado e Libras. As aulas acontecem no Centro Técnico Profissionalizante (CENTEPRO), no polo da instituição em Teresina.

Anderson Michel de Sousa Miura, professor de História do Ensino Fundamental, no Colégio Diocesano, está fazendo mestrado em Artes, Patrimônio e Museologia na Universidade Federal do Piauí (UFPI), Campus Ministro Reis Veloso – Parnaíba. Ele tem como tema de pesquisa a “Documentação do Memorial Irmão Guido Turetta”, jesuíta que colaborou no Colégio Diocesano por mais de 40 anos e prestou serviço a pastoral carcerária.

Fabiana dos Santos Sousa é professora de Língua Portuguesa no Colégio Diocesano, e está na cidade de Coimbra, Portugal, fazendo doutorado na área de Letras. A professora estuda a temática “Materialidades da Literatura” na Universidade de Coimbra, uma das instituições mais conceituadas do mundo.

Nelson Jorge Carvalho Batista, professor de Biologia no Colégio Diocesano, recebeu recentemente o título de doutor em Biologia Celular e Molecular aplicada à Saúde pela Universidade Luterana do Brasil (ULBRA), de Canoas (RS).

Segundo o padre Mário Sündermann, SJ, a RJE busca profissionais que não sejam 'mais do mesmo', por isso a importância da qualificação contínua.

Segundo o delegado para Educação Básica da RJE, padre Mário Sündermann, a proposta do PEC da RJE com relação ao papel do professor é propor uma reflexão sobre a eficiência dos processos de ensino e de aprendizagem, tendo em vista a consciência de que o ensino pode não estar gerando a aprendizagem desejada e significativa ao aluno. “A RJE deseja que os seus profissionais busquem e construam novas e criativas formas de aprendizagem. Que não sejam mais do mesmo”. O delegado ressalta que o projeto considera a existência de múltiplos espaços e formas de aprender e que transcendem a sala de aula e superam a lógica linear do ensino. “O professor deve ser uma liderança aberta ao mundo e seus estudos continuados devem incidir para qualificar ainda mais a prática docente ou a gestão escolar”.

Deixe um comentário

0 Comentário