Embaixadores da Transformação: missão de sensibilização

24/01/2016 12:57:24 - Por Camila Oliveira

dcergrvfgv

Os alunos José Victor Silva Cruz, da 2ª série do Ensino Médio, e Maria Vitória Lima Waquim, da 1ª série do Ensino Médio, receberam a missão de ser “Embaixadores da Transformação". A escolha dos representantes faz parte das ações da campanha “Inacianos pelo Haiti”, na qual a Companhia de Jesus, por meio da Federação Latino Americana de Colégios da Companhia de Jesus (FLACSI), está engajada desde 2011. A campanha tem como foco o melhoramento da educação de crianças haitianas, que vivem em situação de miséria e não possuem condições básicas de educação após o terremoto de 2010 que devastou o pais.

[caption id="attachment_43039" align="alignright" width="138"]_DSC7852ed2 José Victor: “Acredito que  nunca é demais estar a serviço do outro”.[/caption]

 Os embaixadores serão responsáveis por participar ativamente das atividades da campanha no colégio, recolhendo uma visão consensual de seus companheiros frente a desafios orientados pela Coordenação da Campanha. As opiniões recolhidas serão partilhadas nas “Mesas de Embaixadores”, encontros virtuais entre alunos de outras escolas e países da América Latina, que possibilitará reflexão conjunta para a colaboração na elaboração de conteúdos em torno da campanha, tendo como base a diversidade de perspectivas dos alunos. O produto dos encontros entre alunos inacianos será a elaboração de uma "Declaração de Transformação na América" resultado de processos coletivos.

Segundo Lilia Cristiana Lopes de Carvalho, coordenadora do Serviço de Orientação Educacional (SOE) do Colégio Diocesano, o objetivo da nomeação é gerar  interação entre alunos de diversos colégios da Companhia de Jesus. “A proposta é trabalhar a transformação pessoal, para a construção de uma consciência continental no sentido de formar cidadãos  conscientes, sensíveis e comprometidos”, explica.

[caption id="attachment_43040" align="alignleft" width="138"]_DSC7852ed Vitória: “A paz está dentro de cada um”.[/caption]

Expectativas

Para os alunos escolhidos embaixadores, a expectativa é conseguir sensibilizar as pessoas através de uma linguagem jovem. José Victor se mostra animado com o início das atividades. “Pretendo tornar o projeto próximo de cada um, tentando despertar uma atitude solidária aos haitianos ”. Maria Vitória fala de sua proximidade com o projeto e da satisfação em poder representá-lo:  “Sempre participei e fui apaixonada pelo projeto Inacianos pelo Haiti. Imagino que o melhor dessa experiência será partilhar ideias em prol da campanha com outros jovens”.

Os jovens embaixadores piauienses tão confiantes nessa missão de porta-vozes da solidariedade e do apoio ao povo haitiano:  “Acredito que independente da causa existente, nunca é demais estar a serviço do outro”, afirma José, que há 12 anos é aluno do Colégio Diocesano. “A paz está dentro de cada um, basta ser incentivada e posta em prática” fala Vitória.

Deixe um comentário

0 Comentário