Educadores se qualificam em cursos ofertados pela Rede Jesuíta de Educação

17/10/2016 11:17:25 - Atualizada em 26/01/2017 07:26:20 - Por Camila Oliveira

A preocupação da Rede Jesuíta de Educação (RJE) em capacitar os educadores em novos horizontes teórico-práticos e no conhecimento da proposta pedagógica jesuítica se consolidou no Programa de Formação Contínua. Foram assinados dois convênios com o programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Vale dos Sinos (UNISINOS), em São Leopoldo (RS). A construção dos cursos se deu entre diretores acadêmicos dos colégios e da universidade, sendo celebrados entre o delegado para a Educação Básica, padre Mário Sündermann, SJ, e o pró-reitor acadêmico da UNISINOS, padre Pedro Gilberto Gomes, SJ.

A parceria já está frutificando no Colégio Diocesano com a seleção de educadores para as turmas de Mestrado e Especialização. A diretora acadêmica da instituição, Margareth Santos, e a coordenadora pedagógica do Ensino Fundamental II, Rosemere Impéres, foram aprovadas no processo seletivo do Mestrado Profissional em Gestão Educacional. As aulas já se iniciaram.

Abertura do Mestrado Profissional em Gestão Educacional, na cidade de São Leopoldo (RS)

Dez pessoas de unidades da RJE em Teresina iniciaram a Especialização em Educação Jesuítica: Aprendizagem Integral, Sujeitos e Contemporaneidade, na modalidade a distância. Participam da especialização os educadores Renato Rufino, Rosimar Costa, Claudia Virginia Gomes, Debora Costa e Keline Ferreira do Diocesano; Ir. Jorge de Paula, SJ, e Dalva Rocha, da Escola Padre Arrupe; Cleidimar Costa e padre Horácio Freire, SJ, da Escola Santo Afonso Rodriguez (ESAR); e o orientador de aprendizagem da especialização na cidade, padre Ednaldo Vieira, SJ, do Colégio Diocesano.

Segundo o diretor geral do Colégio Diocesano, Ir. Raimundo Barros, SJ, uma das demandas levantadas desde os primeiros encontros de diretores da RJE é a necessidade de uma formação permanente dos colaboradores. “A formação dos docentes e dos técnicos é diretamente proporcional aos indicadores de qualidade. Quanto mais bem formados estiverem, melhor será o desempenho dos alunos, porque essa relação é muito próxima”, ressalta.

Aperfeiçoamento

Voltar aos “bancos da escola” é uma oportunidade para que os educadores tenham novas experiências e vivências, com foco na Aprendizagem Integral. Para Rosemere, a intenção é aprofundar o conhecimento para aperfeiçoar a prática diária no Diocesano, de forma corresponsável e participativa. “A expectativa é poder contribuir para a produção de novos conhecimentos em minha área de atuação, bem como para o desenvolvimento de projetos inovadores que garantam a aprendizagem significativa dos nossos estudantes”, pontua. A formação acontece entre 2016 e 2018, com aulas presenciais intensivas no Campus de São Leopoldo (RS) e atividades realizadas a distância.

Especialização

O curso de Especialização em Educação Jesuítica visa qualificar e capacitar os profissionais de diversos setores do Colégio na identidade e missão dos colégios jesuítas e na tradição educativa jesuíta. Segundo o orientador de aprendizagem, padre Ednaldo Vieira, os educadores “vão assumir os pressupostos que o Projeto Educativo Comum (PEC) aponta. A ideia é que eles se tornem agentes multiplicadores”, explica.

Para a coordenadora pedagógica do Ensino Fundamental I da ESAR, Cleidimar Costa, é muito gratificante aprofundar o conhecimento. “Me dá uma grande alegria poder compartilhar o que aprendo nas aulas com meus colegas de trabalho e com o grupo de professores que eu coordeno”, destaca.

Educadores de unidades da RJE em Teresina que participam da Especialização em Educação Jesuítica.

De acordo com a coordenadora adjunta do Ensino Fundamental I do Diocesano, Rosimar Costa, é indispensável que todos que fazem parte da RJE aliem as questões de fé e justiça, fundamentos na qual a educação jesuíta está centrada, aos conhecimentos pedagógicos.Segundo ela, o curso fortalece e unifica a rede, gerando reflexos na aprendizagem dos estudantes. “O grande ganho desse processo é fazer com que os alunos compreendam a importância dos saberes acadêmicos para a formação integral deles”, esclarece Rosimar.

“A RJE prima pela formação humana e sou grata pela oportunidade de fazer este curso”, afirma a diretora geral da Escola Padre Arrupe, Dalva Rocha. A aula inaugural da especialização aconteceu em São Leopoldo (RS) e as outras são realizadas semanalmente no Colégio Diocesano, por meio de videoconferências.

Deixe um comentário

0 Comentário