Diocesano implementa segunda etapa do Sistema de Qualidade na Gestão Escolar

21/06/2016 10:21:09 - Atualizada em 21/06/2016 10:58:13 - Por Camila Oliveira

O Colégio Diocesano, da Rede Jesuíta de Educação (RJE), está na segunda fase do processo de implantação do Sistema de Qualidade na Gestão Escolar. O Sistema é uma estratégia em rede, desenvolvida pela Federação Latino-Americana de Colégios Jesuítas (FLACSI) e desenvolve-se em três etapas interdependentes e sucessivas. São elas: autoavaliação, desenvolvimento de processos de melhoria e auditoria externa. Durante todo o ano de 2016 o desafio é cumprir as metas estabelecidas através de planos de ações estratégicas.

No início do segundo semestre de 2017 acontecerá a auditoria externa, etapa de fechamento do ciclo de melhora do Sistema, onde um profissional designado pela FLACSI fará a avaliação dos resultados obtidos com as ações desenvolvidas no período. Esse profissional também irá identificar quais pontos ainda devem ser trabalhados e fomentará o desenvolvimento contínuo da escola, atestando junto à FLACSI as condições do colégio para o reconhecimento de sua qualidade.

Todos os coordenadores do Diocesano na reunião de colegiada.

A primeira etapa, que durou de março a setembro de 2014, ofereceu um panorama detalhado dos resultados alcançados pela escola e o que precisa ser melhorado. Já na segunda fase, “o Colégio definiu equipes que mapearam as ações prioritárias a serem assumidas pelos diferentes setores institucionais a partir de três áreas: Gestão de Pessoas, Gestão de Ensino e Aprendizagem e Gestão de Comunicação”, informa o coordenador do Sistema de Qualidade na Gestão Escolar no Diocesano, Julival Alves.

“Um dos avanços já conquistados pela Gestão de Ensino e Aprendizagem foi o novo formato do conselho de classe, com a presença da liderança de turma refletindo aprendizagem com os professores”, destaca a coordenadora do Serviço de Orientação Educacional (SOE) do Diocesano, Lília Lopes. “Estamos trabalhando para fazer um acompanhamento mais sistemático da aprendizagem”, complementa. Ela está à frente do desenvolvimento das metas nesse eixo, junto com a coordenadora pedagógica do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental, Rosemere Imperes.

Os setores de Comunicação e de Gestão de Pessoas foram estruturados e ampliados a partir da implantação do Sistema de Qualidade. “Antes o colégio não tinha um setor que pensasse a comunicação como um todo, agora temos uma equipe consistente que produz um trabalho sistematizado”, explica a coordenadora de comunicação do Diocesano, Lisiane Mossmann. “Vamos trabalhar para garantir um atendimento de maior qualidade nas recepções e nos distintos setores da escola, e promover um curso para otimizar as ferramentas intranet institucionais”, esclarece.

Na Gestão de Pessoas, “a principal conquista foi a institucionalização do setor e a ampliação de pessoal, além da definição de políticas de recrutamento e seleção”, ressalta a coordenadora da gestão de pessoas, Renata Laís Forte. Ela explica que agora o departamento conta com três colaboradores e quatro estagiários, mas ainda há melhorias a serem alcançadas. “Ainda temos duas grandes metas: a descrição de todos os cargos e funções e a avaliação do desempenho dos colaboradores de forma sistemática”, analisa Renata.

A intenção é inserir as escolas jesuítas em um ciclo contínuo de avaliação e reflexão de suas atividades, definição de metas e implantação de ações. As instituições são incentivadas a participar, mas não é obrigatório. “O Diocesano foi um dos primeiros colégios a se voluntariar para implantação do Sistema, por conta de seu compromisso com a qualidade”, reforça Alves. A colaboração de toda a comunidade escolar é item fundamental para obtenção de êxito nesse processo.

Deixe um comentário

0 Comentário