Diocesano é ouro na OBMEP!

23/11/2017 10:51:36 - Atualizada em 23/11/2017 16:41:50 - Por Camila Oliveira

 A primeira participação do Colégio Diocesano na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), que em 2017 permitiu inscrições de escolas privadas, trouxe como resultado duas medalhas – uma de ouro e outra de bronze – e três menções honrosas. No Piauí, apenas dois estudantes de Ensino Médio de escolas particulares conquistaram medalha de ouro na competição e um deles é aluno do Diocesano. A premiação contempla os melhores resultados considerando estudantes de todo o Brasil.

No nível 3, de alunos do Ensino Médio, Antônio Vitor de Araujo conquistou medalha de ouro. Apenas 25 alunos de nível 3, de escolas privadas em todo o Brasil, receberam medalha de ouro. No nível 1, de alunos de 6º e 7º anos do Ensino Fundamental, Júlio Gabriel Saldanha Alves da Silva recebeu medalha de bronze. Os estudantes Francisco Augusto Coelho, Vitor Hugo Meirelles e Rafael Freitas, todos de nível 3, foram agraciados com menção honrosa.

Para o professor Teotônio Vieira, coordenador do departamento de Matemática, o desempenho dos estudantes serve de estímulo para que outros alunos também participem de competições semelhantes. “Com isso, temos novas perspectivas para que no próximo ano tenhamos um resultado ainda melhor”, avalia.

O Diocesano oferece aulas preparatórias de Matemática, Física e Química para alunos de nível 3. A proposta é intensificar e ampliar a preparação específica para olimpíadas de conhecimento nos próximos anos, abrangendo todos os níveis. “Estamos alegres com o resultado, mas queremos mais e vamos trabalhar para isso”, afirma o coordenador de orientação e acompanhamento de projetos especiais do Colégio Diocesano, professor Cassiano Santos.

Professores Cassiano Santos e Teotônio Vieira estão animados com o resultado em 2017.

Como funciona a OBMEP?

A OBMEP é realizada em duas fases, divididas em três níveis de ensino. O nível 1 é para alunos de 6º e 7º anos do Ensino Fundamental, do nível 2 participam alunos de 8º e 9º anos do Ensino Fundamental, e o nível 3 abrange alunos do Ensino Médio. Na primeira etapa, a prova é de múltipla escolha e na segunda etapa são aplicadas questões discursivas. A 13ª edição da OBMEP, realizada em 2017, permitiu a participação de escolas privadas pela primeira vez.

Convite para OBM

O excelente desempenho do estudante Antônio Vitor de Araujo na OBMEP rendeu, além da medalha de ouro, um convite para participar da fase única da Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM). O convite foi feito aos 300 alunos de cada nível que obtiveram os melhores resultados na segunda etapa da OBMEP, considerando estudantes de escolas públicas e privadas de todo o Brasil. A prova será realizada nos dias 24 e 25 de novembro em Brasília.

Em 2017, a forma de aplicação da OBM mudou. Ao invés de realizar a prova em três etapas, como em anos anteriores, o exame será feito em fase única e os participantes serão exclusivamente aqueles convidados com base no resultado alcançado na OBMEP.

Deixe um comentário

0 Comentário