Pedagogia Inaciana

O método de ensino dos jesuítas constitui-se numa pedagogia por conter os quatro elementos essenciais a qualquer movimento pedagógico autônomo: possui uma teoria educativa ou inspiração genuína, estabelece seu próprio caminho pedagógico, desenvolve e adapta ferramentas metodológicas de ensino e prevê uma gestão de qualidade.

A teoria educativa da Pedagogia Inaciana supõe três dimensões básicas: a) dimensão filosófica: com uma teleologia bem definida, que é a formação de "homens e mulheres para os demais"; uma antropologia positiva, que vê o ser humano criado à imagem e semelhança de Deus; e uma epistemologia segundo a qual o conhecimento se constrói a partir da experiência; b) dimensão teológica: fiel à teologia católica, inserida na Igreja e experimentada a partir do carisma inaciano; e c) dimensão sociopolítica: assume o projeto de nação previsto na Constituição Federal, buscando contribuir para a redução das desigualdades sociais.

O Paradigma Pedagógico Inaciano é o caminho mais difundido atualmente para a concretização da Pedagogia Inaciana. Partindo sempre de um contexto e fechando todos os processos com avaliações diagnósticas, o Paradigma Inaciano está centrado na experiência, na reflexão e na ação. Além desse núcleo ativo, desde suas origens, a Educação na Companhia de Jesus primou por atitudes e princípios pedagógicos personalizados, valorizando a atividade do aluno, sua singularidade, criatividade e socialização, a normalização de suas atitudes e o desenvolvimento da dimensão transcendente. Para isso reforça a formação da afetividade, da liberdade, da autonomia e da espiritualidade.

A prática educativa inaciana busca atualizar instrumentos que desde a fundação dos primeiros colégios jesuítas, caracterizam seu método de ensino, tais como: a preleção, a repetição, as unidades didáticas, os projetos, a memorização, a solução de problemas significativos, os núcleos temáticos e as dinâmicas de grupo, entre outros.

Por fim, a Pedagogia Inaciana supõe uma gestão da qualidade integral. Nesta perspectiva, cada colégio investe na formação de lideranças, estabelece um direcionamento estratégico, procura avaliar a excelência acadêmica, propõe uma melhora contínua da qualidade e administra os bens com sobriedade.